O Grito

Procurei a saida, mas nao para sair daqui.

Procurei a saida para chegar ao mundo, pelo qual sentia

imensa nostalgia.

Procurava o futuro numa arqueologia as avessas,

pois o que escavei nao era um chao previamente habitado

sob o qual o passado estava ate entao enterrado.

Escavava meu proprio parto. E a retomada desta saida nao era das

entranhas da minha mae - agora so’ havia um grito ecoando pelo

corredor dos meus anos verdes, com a promessa de que nasci e de que

nao havia mais volta. Esse grito era meu primiro dialogo com o

mundo ao meu redor, e a promessa de um dia encontra-lo.

O Futuro e’ Tudo que por Mim ainda nao foi Aceso.

Luciana Francis, Homerton, Londres, 19 Fevereiro de 2014.